Rejeitados dois processos de denúncias

por Ouvidoria publicado 24/06/2020 10h17, última modificação 24/06/2020 10h17

Na sessão ordinária desta terça feira, 23, foram apreciados dois Processos de denúncias. O de nº 2082/2020, em que Jonas da Silva Soprani denuncia o vereador Tobias Santos Cometti por improbridade administrativa, foi rejeitado por 8 votos: Amantino Paiva, Estéfano Silote, Gelson Suave, Jean Menezes, Tarcísio Silva, Pâmela Maia, Edmar Vitorazzi e Rogerinho do Gás.

 O outro Processo de nº 2017/2020, também de Jonas da Silva Soprani, denuncia o prefeito Guerino Zanon por não colocar placas descritivas nas obras em andamento no município. A denúncia foi rejeitada por 8 votos: Amantino Paiva, Estéfano Silote, Gelson Suave, Jean Menezes, Tarcísio Silva, Pâmela Maia, Edmar Vitorazzi e Tobias Cometti.

Por se tratar de votação simbólica, o presidente da Câmara não vota. Estavam ausentes na sessão, os vereadores Joel Celestrini, Dr Carlos Almeida e Marcelo Pessoti.

 

PROJETOS LIDOS

 

Poder Legislativo – vereador Carlos Ameida –

Projeto de lei nº 2071/2020 - “Dispõe sobre as

medidas de atenção e cuidados da população em

situação de rua, durante a vigência da situação de

emergência como medida de enfrentamento ao

covid-19 no município de Linhares, e dá outras

providências.”

 

Poder legislativo – vereador Estéfano Silote –

Projeto de lei Nº 2081/2020 – “Dispõe sobre a

instituição do dia municipal da etnia cigana de

linhares/es, que será comemorado anualmente no

dia 24 de maio.”

 

Poder legislativo - vereador Jean Menezes –

Projeto de lei nº 2100/2020 – “estabelece as igrejas

e os templos de qualquer culto como atividade

essencial, obedecendo regras de saúde pública, em

períodos de calamidade de saúde pública no

município de LINHARES. ”